Vencendo os Processos

VENCENDO CADA PROCESSO

Por isso não se debulha o endro  com instrumento de trilhar, e sobre o cominho não se faz passar roda de carro; retira-se o  endro com vara e o cominho com um bastão de madeira.  Também é preciso sabedoria para moer o cereal e fazer pão; por essa razão ninguém o fica malhando para sempre.  Fazem passar as rodas da trilhadeira sobre o trigo, mas os seus cavalos não o trituram.  Todo esse conhecimento vem da parte de Yahweh dos Exércitos, magnífico em conselhos e maravilhoso em sabedoria”  Isaías: 28:27-29

 

O lavrador em sua sabedoria sabe usar seus instrumentos apropriados em tempo oportuno. O que muitas vezes é apropriado para um tipo de semente pode ser inapropriado  para outra. Aquilo que consideramos  um método bruto e severo no entanto  são usados dentro de um  limite tolerável. Muitas vezes vemos o coração do homem como um terreno árido que precisa enfrentar a força do arado que foi preparado para isso. O ato de  arar, semear, e colher  não é feito de forma  continua ou perpetua. Há um momento de descanso.

Da  mesma forma que nem todos são punidos com a mesma severidade; tudo é feito debaixo de um propósito,pois as ações de Deus não são arbitrárias mais sim educativas ou disciplinares.  

Sementes diferentes precisam de instrumentos diferentes.

Arar, Semear e Debulhar fazem parte de um processo.

A Sabedoria de Deus vais nos levar  a compreender esse processo do tempo e de modo.

Assim como o lavrador que é experiente, Deus usa vários métodos  para extrair o resultado esperado de cada situação.

Processos nos levam a transformação e Deus vai usar vários deles para extrair de nós o melhor motivo de louvor.

Em Atos 9:15 o Senhor fala para Ananias “Vá!Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios  e seus reis ,e perante todo povo de Israel, e eu mostrarei a ele o quanto deve sofrer pelo meu nome.”

Portando em nossa caminhada vamos passar por processos variados permitidos por Deus em sua vontade perfeita ou vontade permissiva para que ao fim  venhamos lhe render frutos de louvor. 

OS PROCESSOS NOS LEVAM AO TRABALHO.

  • Temos o processo do vinho que amassado para se extrair o vinho símbolo do vigor e alegria,Deus pode gerar uma seríe de “ apertos” para que ao fim desses  processos sejamos cheios de alegria.
  • Temos o processo da semente que cresce de forma silenciosa sob a terra gerando frutos que podem durar por toda uma eternidade como no caso das oliveiras.
  • As oliveiras podem levar de 3 a 5 ou ate 12 anos para dar frutos,porem depois disso independente da idade ainda darão Em JERUSALEM você pode conhecer as oliveiras milenares do jardim do Getsemani.

Colhidas as azeitonas elas passam por um processo para se extrair delas o que a de melhor.

Elas passam por 4 processos com 4 grandes pedras

O primeiro processo acontece quando o azeite da unção é extraído ele é produzido quando as azeitonas depois de colhidas são colocadas de baixo da pedra mais pesada, espremidas  entre a pedra extrai-se o azeite mais puro ou que chamamos de extra virgem  algumas fontes dizem que ele passa por sete prensagens para que possa ser extraído o azeite puro.Esse tipo de azeite era o azeite usado no tempo do Senhor,esse azeite é o tipo do Espírito Santo que é produzido em nossa vida  pela prensa do Senhor.

Sobreviver a essa prensagem  lhe dará a você a habilitação para ser usado no templo do Senhor.

Isso significa habilitação.“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades;  o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.Isaías 53:4,5

Jesus passou por essa prensa, por essa moedura e nós também precisamos sobreviver a esse  processo para sermos então  instrumentos nas mãos do Senhor.

Com o peso da segunda pedra era extraído o óleo como alimento. Somos chamados a sermos fonte de alimento aos povos; como nosso Jesus o pão da vida JOÃO 6:48. Diante de uma  multidão faminta por pão Jesus disse aos seus discípulos dai-lhes vos de comer. Somos chamados a ter em nossas mãos em as palavras que possam alimentar o faminto. A mesma fonte que jorra em nos deve ser  a mesma que possa saciar o faminto; o mesmo campo que dá alimento ao mundo também alimenta a nossa mesa. Jesus é o único alimento que pode satisfazer a alma do homem, é a única fonte de energia que precisamos ter em nossa vida.

A terceira pedra produz o azeite para a iluminação.                              JESUS disse EU SOU A  A LUZ DO MUNDO –João 8:12; Ele disse que também deveríamos ser luz no mundo “ Voz sois a luz do mundo MT.5:14;  as virgens na parábola precisavam ter azeite em suas lamparinas; azeite que ilumina, azeite que dissipa as trevas, é por meio desse azeite em nos seremos agentes de luz e não de trevas, veja que não há comunhão entre luz e trevas, não há comunhão entre o Espírito do Senhor e o espírito do mundo. Quando essa prensa desce sobre nos a luz de Cristo deve ser manifesta ou então as trevas se manifestarão.

A última prensa produz o sabão,que com as partes da oliveira as cascas se fabricava o sabão.                                 Sabão fala de purificação, fala de lavagem. “Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros ”. Malaquias 3:2

Esse último processo fala de nossa preparação quanto a  limpeza de nossas vidas e de nossas vestes,fala de purificação. Sabemos que o sangue de Jesus nos purifica, e nos lava de todo pecado.

É  dessa última prensa quem vem o preparo que vem a habilitação  para estarmos prontos e habilitados para que desde que  já fomos separados para uso do Senhor, uma vez que já fomos o meio de trazer alimento ao faminto e luz em  meio a escuridão estando com nossas vestes limpas, com nossas  vidas purificadas,  vencidos os processos, vencidos os apertos ou pesos, que foram  produzidos  a cada tempo sendo o necessário para que assim pudéssemos adorar o nosso Deus ,prontos enfim para aguardar o retorno do Senhor.

Precisamos aceitar e sobreviver a cada processo que vai nos levar para mais próximos do Senhor em gloria                                                                                           

 

Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento.
Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho. Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura  de Deus e edifício de Deus.
1 Coríntios 3:7-9

Pr Claudinei da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat